Idioma:

  • 10 dicas de como aproveitar o Dia das Mulheres com informação

    DATA: 04/03/2020

    Publicado por: Novonor

    Oficializado em 1975 pela Organização das Nações Unidas, o Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, cresce em relevância, à medida que o debate sobre a equidade de gênero se intensifica ao redor do mundo, sobretudo no mercado de trabalho.

    Seja como funcionária, empreendedora, consumidora e chefe de família, as mulheres estão cada vez mais empoderadas e conscientes de seu papel na sociedade.

    Apesar das evoluções, os números apontam que ainda há muito que ser feito (clique aqui para ver). E mudar o cenário é papel de todos nós, sejamos mulheres ou homens. Por isso, separamos 10 dicas para você aproveitar o Dia das Mulheres com muita informação e engajamento. Quem sabe isso possa te inspirar a transformar o mundo!

     

    1. Leia mais livros clássicos escritos por mulheres

    Que tal incluir mais mulheres em sua lista de leituras de 2020? Alguns livros clássicos, como estes abaixo, possuem temáticas que exploram o universo feminino e são sempre uma boa escolha:

     

    – A Cor Púrpura, de Alice Walker
    – Jane Eyre, da Charlotte Brontë
    – A Guerra Não Tem Rosto de Mulher, da Svetlana Alexijevich
    – O Conto da Aia, de Margaret Atwood
    – As meninas, da Lygia Fagundes Telles
    – Um teto todo seu, da Virginia Woolf

     

    2. Assista a filmes que contam a história de mulheres inspiradoras

    Temos duas dicas imperdíveis.

    Suprema (2018) – Acompanhe a história de Ruth Bader Ginsburg, uma juíza que foi nomeada para o Supremo Tribunal no ano de 1993 pelo presidente Bill Clinton, se tornando a segunda juíza mulher dos Estados Unidos.

    Colette (2018) – Sidonie-Gabrielle Colette é casada com Willy, que a apresenta à boemia de Paris do início do século 20. Ele pede que ela escreva romances baseados em sua experiência para serem publicados em seu nome, mas ela decide reivindicar a autoria.

     

    3. Escolha um podcast que inspire o empoderamento feminino

    Separamos alguns podcasts para te inspirar no dia a dia. Todos eles estão disponíveis em plataformas como o Spotify e iTunes.

     

    Ellevate: este podcast é do Ellevate, comunidade internacional de mulheres comprometidas em promover a igualdade de gênero no local de trabalho. São episódios semanais com empresárias, escritoras e líderes inspiradoras. Está disponível no Spotify e no iTunes.

    Women to Watch: em três episódios, o Meio e Mensagem aborda os avanços e desafio que as mulheres encontram para galgar degraus mais altos no mercado de trabalho.
    Episódio 1: Liderança e gestão
    Episódio 2: Desafios Estruturais
    Episódio 3: Mentoria e Desenvolvimento

    Girlboss Rdio: neste podcast indicado pela Forbes Brasil, a fundadora Sophia Amoruso fala com outras empreendedoras sobre o que é preciso para percorrer todos os obstáculos profissionais e pessoais e ter um negócio de sucesso.

    Women Creating: realizado por Danielle Milioni e Fernanda Zemel, traz a cada episódio convidadas que falam sobre carreira, criatividade, empreendedorismo e casos de sucesso.

     

     

    4. Aprenda mais sobre o universo feminino em documentários

     

    Nossa dica é assistir ao episódio “Por que existe diferença salarial entre gêneros?” da série Explained. Neste episódio, os criadores entrevistam mulheres de peso, como Hilary Clinton, e explicam, contextualizando historicamente, a disparidade entre homens e mulheres na sociedade e como isso influencia no mercado de trabalho. Está disponível na Netflix.

     

     

    5. Dê risada e, ao mesmo tempo, se impacte com um stand up comedy

     

    Em Nanette, também disponível na Netflix, Hannah Gadsby, que é lésbica e ativista feminista, começa seu stand up relacionando o comportamento machista da sociedade com os grandes artistas da história. Ao longo de sua análise, ela conta a sua própria trajetória, seus anseios e suas indignações sociais. Imperdível!

     

     

     

    6. Procure os melhores TED Talks apresentados por mulheres

    Clique aqui para ver uma ótima seleção. Separamos alguns que achamos mais interessantes:

     

    Leymah Gbowee: Ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, a ativista liberiana Leymah Gbowee é uma das responsáveis pelo fim de 14 anos de Guerra Civil em seu país.

    Courtney Martin: A blogger Courtney Martin examina a carga perene da palavra “feminismo”. Fala sobre os três paradoxos essenciais da procura incessante da sua geração em adequar o termo a eles mesmos.

    Leila Hoteit: Engenheira, advogada e mãe em Abu Dhabi, ela explica como é ser uma mulher com fortes ambições profissionais na Arábia Saudita.

     

    7. Siga mulheres líderes no LinkedIn

    Temas como empoderamento, equidade de gênero, diversidade, carreira, educação e tendências de TI são abordados por algumas dessas mulheres nessa rede social. Fizemos uma listinha para você.

    Camila Achutti, CEO e cofundadora da Mastertech: referência mundial na luta por mais mulheres na tecnologia e letramento tecnológico. Primeira estudante latina a conquistar o prêmio Women of Vision.

    Lisiane Lemos, especialista em soluções da Microsoft Brasil: foi reconhecida em 2017 pela revista Forbes Brasil como uma das 91 jovens abaixo de 30 anos que fazem a diferença no Brasil por conta das atividades relacionadas à inclusão e diversidade que liderou no ambiente corporativo.

    Melinda Gates, copresidente da fundação Bill & Melinda Gates: é uma das executivas mais famosas do mundo, uma vez que tem executado ações para promover a luta pela igualdade de gênero por meio da fundação Bill & Melinda Gates há quase 20 anos.

    Krystal Choo, CEO & cofundadora da Tickle: foi reconhecida como influenciadora pelo LinkedIn Top Voice em Cingapura, na categoria CEO. Seu objetivo é conectar as pessoas por meio da tecnologia.

     

    8. Leia e se informe mais sobre o assunto

     

     

    No livro “Faça Acontecer – Mulheres, trabalho e a vontade de liderar”, a norte-americana Sheryl Sandberg, chefe operacional do Facebook, investiga as razões de o crescimento das mulheres na carreira estar há tantos anos estagnado, identificando a raiz do problema e oferecendo soluções práticas e sensatas para que elas atinjam todo o seu potencial.

     

     

     

    9. Procure uma iniciativa na qual possa se engajar

     

     

    Ellevate, Will, RME, Comunidade ME e Meetup são algumas dicas de entidades que estão comprometidas em discutir a equidade de gênero e o empoderamento feminino no meio corporativo, por meio de encontros, palestras, networking e rodas de conversas. Vale a pena acompanhar!

     

     

     

    10. Faça o bem para outras mulheres

    Neste site (clique aqui) você encontra o mapeamento, em tempo real, todas as entidades cadastradas na plataforma UNA. Trata-se de mapa interativo e vivo que propõe visibilizar o ecossistema de iniciativas e organizações para igualdade de gênero e empoderamento das mulheres de todo o Brasil (empresas, ONGs, núcleos de universidades, governo, coletivos etc.)

    Abaixo, algumas ONGs que você pode procurar para fazer um trabalho voluntário:

    ONG Nova Mulher: cria oportunidades, estimulando e fortalecendo as mulheres para que elas possam desenvolver suas potencialidades e ocupem o seu lugar no mundo, promovendo a igualdade de gênero, raça e cidadania em nossa sociedade.
    Atividades Oferecidas:
    o Oficinas e cursos de geração de renda
    o Atividades de desenvolvimento pessoal
    o Atividades de formação de gênero e estímulo a cidadania
    o Atendimento individual

    ELAS: é o único fundo brasileiro de investimento social voltado exclusivamente para a promoção do protagonismo das mulheres. A ONG investe em ações de prevenção da violência contra as mulheres, promoção da autonomia econômica, do empreendedorismo e do fim da pobreza de mulheres, expansão do acesso à saúde e dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres, ampliação do acesso à cultura, comunicação, arte e esportes, promoção da equidade étnica e racial e promoção de um meio ambiente justo e sustentável

    Notes solidários da Preta – realizado pela empresa Info Preta, tem como objetivo doar notebooks que estão em bom estado para estudantes carentes que estão cursando o ensino superior. O mais legal é que a Info Preta é a primeira empresa de tecnologia no Brasil que tem por objetivo inserir pessoas negras, LGBTQI+ e mulheres no mercado de tecnologia.

    Nenhum Comentário

    Quer saber mais sobre
    algum assunto?

    Clique aqui e deixe sua sugestão
    para o próximo post!

    Notícias Relacionadas

    +
    0

    Aconteceu hoje, 09 de abril, na Harvard’s Business School (HBS), em Cambridge, Massachusetts, nos Estados Unidos, a apresentação do...

    09 de Abril de 2021
    +
    0

    O Conselho de Administração da Novonor S.A. anunciou que o seu presidente, José Mauro Carneiro da Cunha, será o...

    01 de Abril de 2021
    +
    0

    Temos compromisso com os mais altos padrões éticos, técnicos, de produtividade, de governança e de eficiência em tudo o...

    13 de Janeiro de 2021
    +
    0

    A Odebrecht acaba de anunciar que a partir de agora se chama Novonor, uma empresa “inspirada no futuro”. O anúncio...

    18 de Dezembro de 2020