Idioma:

  • FPSO CDI alcança 2 anos sem acidentes registráveis a bordo

    DATA: 05/05/2017

    Publicado por: Ocyan

    Foram 24 meses sem afastamento de integrantes, o que reflete os padrões de segurança adotados pela Odebrecht Óleo e Gás nas suas operações

     

    Quando chegou ao Brasil, em dezembro de 2012, o FPSO Cidade de Itajaí concretizava a realização de um sonho. A unidade era o primeiro navio de produção da Odebrecht Óleo e Gás a operar em águas brasileiras e representava a consolidação da Organização Odebrecht nesta área de atuação.

     

    Em 12 de abril, o Negócio comemorou outro marco histórico: dois anos sem acidente registrável com afastamento dentro do FPSO – o que demonstra o compromisso das Equipes com a Segurança como um valor. O registro coloca a Odebrecht Óleo e Gás em uma posição de destaque em relação a suas concorrentes.

     

     

     

    O envolvimento dos Líderes, fazendo com que eles entendam o seu papel e como a sua presença no dia a dia é fundamental para o alcance de resultados positivos em segurança, é um dos fatores que Rodrigo Lemos, diretor responsável pela área de Produção Offshore da Odebrecht Óleo e Gás, considera fundamental para o alcance da marca de dois anos sem acidente registrável.

    “A atuação ativa da Equipe de Saúde, Segurança e Meio Ambiente e o trabalho feito com as Permissões de Trabalho (PT), com aumento do número de auditorias para garantir que sejam feitas corretamente, também são pontos de destaque”, diz Rodrigo. Ele explica que as Permissões de Trabalho funcionam como um planejamento de como a atividade deve ser feita, o que inclui a análise de riscos. “A qualidade do processo reduz o risco de ocorrência de um incidente”, acrescenta.

     

    Parabéns

    A operação do FPSO Cidade de Itajaí é feita pela OOGTK, uma joint-venture entre a Odebrecht Óleo e Gás e a Teekay Offshore, empresa de origem norueguesa. Para celebrar a marca de dois anos sem acidentes registráveis, os membros do Conselho de Administração da OOGTK, composto por executivos das duas empresas, gravaram mensagens em que parabenizam as equipes pela conquista e reforçam a conscientização da importância de uma operação segura.

     

    O FPSO Cidade de Itajaí começou a operar em fevereiro de 2013 no Campo de Baúna, na Bacia de Santos, próximo ao litoral de Itajaí (SC).. A unidade tem capacidade de produção de 80.000 barris de óleo/dia e, desde então, a unidade já produziu 78,6 milhões de barris de óleo.

    Nenhum Comentário

    Quer saber mais sobre
    algum assunto?

    Clique aqui e deixe sua sugestão
    para o próximo post!

    Notícias Relacionadas

    +
    0

      Rio de Janeiro, 11 de março de 2019 – A Ocyan abre inscrições para startups de todo o...

    14 de Março de 2019
    +
    0

    A Ocyan iniciou este mês a operação do Ocyan Live, sistema de monitoramento integrado que envia dados das seis...

    25 de Fevereiro de 2019
    +
    0

    A Ocyan lançou em 2018 um novo Programa de Voluntariado e planeja aumentar o número de beneficiados em 2019...

    04 de Fevereiro de 2019
    +
    0

    Com o objetivo de promover o desenvolvimento científico e tecnológico, além de fortalecer o relacionamento com a comunidade, a...

    18 de Dezembro de 2018