Idioma:

  • OEC inicia obras de requalificação da BR-316, no Pará.

    DATA: 17/01/2019

    Publicado por: OEC

    Quem utiliza a rodovia BR-316, no Pará, já tem motivos para comemorar. As obras de requalificação da principal via de acesso rodoviário à capital paraense começaram na última terça-feira (15) e vão impactar positivamente a vida dos moradores das cidades de Belém, Ananindeua e Marituba, localizadas no entorno da rodovia.  A ordem de serviços já foi assinada pelo Governo do Estado e as obras são executadas pela Odebrecht Engenharia & Construção (OEC), que venceu uma licitação internacional que conta com o aporte de recursos da agência de fomento do Japão, a Jica.

    Com 10,8 km de extensão, a requalificação do Sistema Troncal de Ônibus da Região Metropolitana de Belém consiste na implantação de pistas com três faixas de rolamento com pavimento flexível nos dois sentidos, além de uma faixa em cada sentido exclusiva para o BRT (Bus Rapid Transit). A construção deverá gerar cerca de mil empregos em seu pico, que, junto aos impostos a serem arrecadados pelos municípios beneficiados, contribuirão para fomentar a economia local.

    “A Odebrecht Engenharia e Construção é uma empresa com capacidade técnica reconhecida nacional e internacionalmente por realizar importantes obras de infraestrutura no Brasil e no mundo. É com muita satisfação que executaremos o projeto de requalificação das pistas da BR-316, uma intervenção que vai além da construção de um corredor de ônibus. O projeto prevê a recuperação de calçadas, instalação de iluminação moderna e obras de drenagem que trarão mais conforto e segurança para os cidadãos”, explica André Araújo, gerente de contrato da OEC, responsável pela obra.

    No projeto estão previstos dois terminais do BRT, a construção do Centro de Controle Operacional, além de quatro túneis de acesso aos terminais e um viaduto. O sistema vai disponibilizar um serviço de transporte público que atenderá a uma população de cerca de um milhão de pessoas da região. A estimativa é que, quando concluído, contribua para reduzir em 50% o tempo da viagem até o centro de Belém.

    Além de economizar tempo, os moradores também poderão desfrutar de duas ciclovias, sendo uma em cada sentido, gramado próximo à ciclovia, dois passeios arborizados para circulação de pedestres com 2,5 metros de largura, faixa de piso tátil, rampas de acessibilidade, iluminação em LED, sistema de drenagem e mobiliário urbano. Também serão instaladas estações e passarelas ao longo do canteiro central.

    Nenhum Comentário

    Quer saber mais sobre
    algum assunto?

    Clique aqui e deixe sua sugestão
    para o próximo post!

    Notícias Relacionadas

    +
    0
    OEC

    A Unidade I da Termelétrica Punta Catalina, na República Dominicana, foi sincronizada e começou a injetar 36,5 megawatts (MW) no sistema...

    01 de Março de 2019
    +
    0
    OEC

    Depois de dois acordos preparatórios assinados nos últimos anos, a Odebrecht e o Estado peruano formalizaram na sexta-feira, 15...

    18 de Fevereiro de 2019
    +
    0
    OEC

    A Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, localizada no rio Iguaçu, no Paraná, deu início à geração de energia no dia 30...

    13 de Fevereiro de 2019
    +
    0
    OEC

    Nos meses de janeiro e fevereiro, a área de Conformidade da Odebrecht Engenharia & Construção (OEC) divulga a campanha...

    05 de Fevereiro de 2019